MARCAR CONSULTA      213 932 810
PT   |   EN

MARCAR CONSULTA        GERAL@CLINICAIN.PT        213 932 810      -      PT   |   EN                             


    Laser CO2 Fraccionado

    O processo natural de envelhecimento cutâneo aliado à elevada exposição solar e às diversas fontes de poluição resulta numa deterioração gradual da estrutura da pele.

    Estes efeitos, evidenciam-se, maioritariamente, através do envelhecimento cutâneo e relaxamento da pele e dos tecidos que desencadeiam flacidez da face e do pescoço.

    O laser CO2 fraccionado, também conhecido por “Resurfacing” a laser, é considerado o procedimento de excelência para rejuvenescer a pele e tratar a flacidez da face, pescoço, decote e mãos. 

    É um método muito utilizado para reduzir a aparência de linhas faciais, tais como linhas da testa, pés de galinha, linhas de riso e linhas verticais ao redor da boca. Assim como, nas lesões pigmentares (manchas solares, couperose, manchas acneicas, etc), nos poros dilatados e outras inconsistências na face. Além disso, o resurfacing a laser é, muitas vezes, utilizado em conjunto com outros procedimentos, tais como cirurgia da pálpebra ou um lifting facial.

    Este tipo de tratamento deve ser sempre efectuado por um médico uma vez o diagnóstico inicial é essencial para garantir a segurança do paciente e a alcançar os resultados desejados.

    Este método é seguro e eficaz, sendo que o calor gerado não produz qualquer tipo de lesão, o que pode ser atestado pelos milhares de tratamentos já realizados e sem registo de complicações.

    O tratamento consiste na utilização de raios Laser Hi-Scan Dot que aquecem e evaporam instantaneamente a água contida nas células da pele permitindo eliminar de modo selectivo e controlado as camadas mais superficiais da pele estimulando a formação de novo colagénio.

    Após o tratamento, o paciente pode ter alguma dor e edema durante os primeiros dias após o procedimento. O rosto pode ter uma fina crosta e uma aparência avermelhada, que duram cerca de duas a três semanas, respectivamente. É importante perceber que a vermelhidão indica que a cicatrização está a desenvolver a capacidade de produção do novo colagénio na derme. Embora a maior parte da vermelhidão comece a desaparecer aproximadamente num mês, o processo de cicatrização é gradual. Portanto, não é incomum a pele ficar levemente vermelha por mais de três a quatro meses. 

    Enquanto a pele estiver vermelha, é importante protegê-la da exposição solar, utilizando protector solar com FPS 50.

    © 2018 Clínica Ibérico Nogueira | Todos os Direitos Reservados. | Política de Privacidade e Cookies